UPB discute PEC 287 com ministro Eliseu Padilha

Lideranças de entidades ligadas à União dos Policiais do Brasil (UPB) se reuniram nesta quinta-feira (16) com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. A diretora parlamentar da Fenadepol, Maria do Socorro Nunes Tinoco, participou do encontro representando os delegados federais.
O objetivo da reunião foi debater alternativas para que a PEC 287 não retire o direito dos profissionais de segurança pública à aposentadoria policial que está assegurada no texto da Constituição Federal, para os profissionais que exercem atividade de risco.
De acordo com Maria do Socorro Nunes Tinoco, a reunião foi muito importante para a UPB. “Pudemos perceber que o ministro Eliseu Padilha ficou sensibilizado com as nossas reivindicações, e apresentou alternativas para não deixar de considerar a atividade de risco dos profissionais de segurança pública”, destacou a diretora parlamenta da Fenadepol.
O Ministro Padilha disse que não poderia dar uma resposta naquele momento, mas que iria ter uma interlocução com o presidente Temer e os demais ministros envolvidos com o tema e discutir o que poderia ser feito.
Os representantes da UPB argumentam que as atividades desempenhadas pelas categorias que compõem a entidade são de alto risco e que os servidores não recebem, ao longo da carreira, benefícios assegurados a trabalhadores da CLT que atuam em situações de periculosidade.
Estiveram presentes na reunião o senador José Medeiros e os deputados federais Lincon Portela (PRB/MG) e João Campos (PRB/GO).